A ARCA - A arte em ser do contra!
 
Menu du jour! Tutu Figurinhas: o nerd mais bonito e inteligente dessas paragens destila seu veneno! GIBI: Histórias em Quadrinhos, Graphics Novels... é, aquelas revistinhas da Mônica, isso mesmo! PIPOCA: Cinema na veia! De Hollywood a Festival de Berlim, com uma parada em Nova Jérsei! RPG: os jogos de interpretação que, na boa, não matam ninguém! ACETATO: Desenhos animados, computação gráfica... É Disney, Miyazaki e muito mais! SOFÁ: É da telinha que eu estou falando! Séries de TV, documentários... e Roberto Marinho não está morto, viu? CARTUCHO: Videogames e jogos de computador e fliperamas e mini-games e... TRECOS: Brinquedos colecionáveis e toda tranqueira relacionada! Tem até chiclete aqui! RADIOLA: música para estapear os tímpanos! Mais informações sobre aqueles que fazem A Arca Dê aquela força para nós d´A Arca ajudando a divulgar o site!
Artigo adicionado em 09/04/2003, às 09:43

The Legend Of Zelda: entenda a cronologia
Os jogos são bons, mas é uma bagunça desgraçada

Por
Julio "R.Pichuebas" Almeida


Uma das caracteríticas mais marcantes da série Zelda é a sua cronologia… ou melhor, a falta dela. São poucos os jogos que realmente se “encaixam” como sequências deixando perguntas sem respostas. Alguns anos atrás, quando a Nintendo da América, colocou uma linha do tempo no seu site que não fazia o menor sentido, consegui montar uma idéia um pouco melhor de como os jogos se encaixariam de maneira coesa e, aproveitando o lançamento de The Legend of Zelda: The Wind Waker, achei que esse seria o melhor momento de dividir com vocês. Lembrem-se que essa cronologia é fruto de especulação, por isso não pode ser tomada como 100% correta. Mas eu acho que está quase lá. ^_^

Na minha cabeça, existiriam mais de um Link e mais de uma Zelda, mas sempre um Gannondorf. Deixando sempre The Wind Waker de fora dessa linha do tempo para não estragar surpresas, teríamos três Links e quatro Zeldas. Desconsiderando jogos que não têm a ver com o principal da história (a luta de Link e Zelda contra Ganondorf pela Triforce), cronologicamente ficaria algo assim…

::Antes dos jogos::
Zelda I, informações retiradas de manuais

Para entender por completo a Lenda de Zelda, é necessário conhecer uma série de eventos que aconteceram muito antes de qualquer jogo. Esses eventos começaram com a criação da Triforce, símbolo da força das três deusas responsáveis pela criação do reino de Hyrule: Din, Deusa do Poder, responsável pela criação da terra; Nayru, Deusa da Sabedoria, responsável pela criação da ciência e magia; e Farore, Deusa da Coragem, responsável pela criação da vida. A Triforce era dividida em três seções — Coragem, Força e Sabedoria — e sua função como um todo era a de guiar as raças de Hyrule para o caminho do bem.

Cinco raças existiam em Hyrule: os Kokiri, criaturas da floresta que nunca crescem guiadas pela grande Deku Tree em Lost Woods; os Zora, criaturas aquáticas que vivem em reinos submarinos; os Gorons, seres lentos e bem preguiçosos que vivem na Montanha da Morte; os Gerudo, raça de mulheres piratas em que a cada 100 anos nasce um homem que é automaticamente proclamado seu rei; e a raça mais fascinante de todas, os Hylian, que são muito parecidos com elfos e tem uma afinidade com a arte da magia.

Devido ao seu grande poder, a Triforce era um artigo desejado por todos os povos de Hyrule, mas quem finalmente conseguiu colocar as mãos nela foram os Hylian. O Rei dos Hylian, devido ao seu grande coração e espírito bondoso, foi capaz de dominar a Triforce e utilizá-la para manter a paz e a ordem por toda Hyrule até o dia de sua morte.

O controle de Hyrule e da Triforce passaram ao seu filho e para a surpresa de todos a Triforce se dividiu quando o Príncipe tentou controla-la. Por não ter um coração totalmente puro ele não era capaz de controlar todos os elementos da Triforce. Nervoso, ele pediu ajuda a um mago que havia sido um dos velhos conselheiros de seu pai. O mago disse que seu pai tinha dito alguma coisa sobre a Triforce à irmã mais nova do príncipe, a Princesa Zelda, em seu leito de morte. Imediatamente ele foi tirar satisfações com a sua irmã e quando esta se recusou a dizer alguma coisa, o mago jogou um feitiço nela para que dormisse para sempre. O mago morreu logo após, vítima do esforço para conseguir enfeitiçá-la. Triste e desapontado com si mesmo pelo que aconteceu, o Príncipe criou uma câmara secreta em seu castelo onde poderia deixar a Princesa Zelda enquanto não descobrisse uma forma de acordá-la. Assim, foi criado um decreto dizendo que toda princesa que nascesse a partir daquela data deveria ter o mesmo nome de seua irmã, nascendo a Lenda de Zelda.

Os conselheiros do reino, após esses eventos, decidiram que não seria uma boa idéia deixar o poder da Triforce na mão da realeza. Conhecidos como os Antigos Sábios, eles construíram um templo chamado Templo do Tempo que serviria como porta para a entrada do Templo da Luz no Reino Sagrado, onde esconderiam a Triforce. Alguns elementos foram criados para abrir as portas para o Templo da Luz como as três Pedras Espirituais, uma para cada seção da Triforce; a Master Sword, capaz de acabar com qualquer mal; e a Ocarina of Time, um instrumento mágico com poderes incríveis. Assim, tudo que poderia ser feito era esperar que surgisse alguém capaz de comandar a Triforce e usá-la para o bem…

::Ocarina of Time (N64/1998) e Majora’s Mask (N64/2000)::
Link I e Zelda II

Muitos anos se passaram desde os eventos contados anteriormente e aqui as coisas já começam a ficar um pouco mais familiares para os que jogaram os jogos e um pouco mais fácil de serem explicadas.

Em Ocarina of Time vemos o evento chamado Imprisoning War, em que toda a Hyrule foi devastada quando Ganondorf Dragmire, Rei dos Gerudo, conseguiu obter controle de parte da Triforce, mais especificamente a Triforce do Poder. Somos apresentados ao primeiro Link da cronologia, filho de Hylians e confiado à Deku Tree pela sua mãe antes desta morrer. Sua mãe estava gravemente ferida quando fugiu do Castelo de Hyrule, quase totalmente destruído por uma guerra que assolava toda a região. Link foi aceito e criado como um Kokiri.

O tempo passou e Link ainda era uma criança quando foi chamado pela grande Deku Tree e ouviu o seu passado ser revelado. Sua missão era evitar que Ganondorf entrasse no Reino Sagrado e roubasse a Triforce. Link foi mandado para o Castelo de Hyrule, onde deveria falar com a Princesa Zelda (segunda na cronologia). Ao chegar lá, Zelda lhe mostrou o homem que queria invadir o Reino Sagrado e explicou tudo que foi preciso sobre o Templo do Tempo, fazendo com que Link saísse em busca das Pedras Espirituais para entregá-las à Zelda.

Mal Link voltou para o Castelo com as Pedras, ele viu Zelda e sua guarda-costas Impa fugindo de Ganondorf. Antes de sumir na escuridão, Zelda jogou um objeto para Link, um objeto que ele posteriormente descobriu ser a Ocarina of Time, a última chave para o Templo do Tempo. Link correu para o Templo, sentindo que era a única coisa certa a se fazer e, usando as Pedras e a Ocarina, Link conseguiu abrir suas portas, descobrindo dentro a Master Sword encrustada em um pedestal. Calmamente, Link retirou a espada da pedra e se sentiu envolvido por uma luz muito brilhante e, quando se deu por si, estava dentro do Templo da Luz.

Link foi informado por Rauru, um dos Antigos Sábios, que fora seguido por Ganondorf e que este também havia entrado no Templo da Luz. Como ocorreu com o Príncipe da Lenda, a Triforce se separou em três pedaços quando foi tocada por Ganondorf, este ficando com a Triforce do Poder e as outras duas saindo para procurar um hospedeiro mais digno. Rauru ainda revelou que Link, por ser novo demais para lutar contra Ganondorf pela Triforce, fora mantido dormindo por sete anos, tendo seu corpo crescido enquanto sua alma continuava pura como a de uma criança. A missão de Link agora era achar cada um dos Antigos Sábios e fazer com que acordassem de seu sono para que conseguissem fazer uma magia forte o suficiente para prender Ganondorf e a Triforce para sempre. Saindo do Templo Link encontra Sheik, que se revelou uma grande aliada nas horas mais difíceis.

Nosso herói saiu para a maior aventura de sua vida, sete anos mais velho e em um futuro totalmente dominado pelo mal de Ganondorf. Após achar quase todos os Sábios ele voltou para o Templo do Tempo e dentro descobriu Sheik esperando-o.

A seguir um pusta spoiler de Ocarina of Time!

Sheik tirou a sua máscara, revelando não só que era na verdade a própria Princesa Zelda mas que também era o último Sábio! Zelda ainda lhe disse que ele era o portador da Triforce da Coragem e que a Triforce da Sabedoria estava com ela. Nesse exato momento, Ganondorf invadiu o Templo e sequestrou Zelda, desafiando Link para uma batalha final em seu castelo.

Com a ajuda dos Sábios, Link conseguiu romper as defesas do castelo de Ganondorf e chegou até o seu ponto mais alto, onde uma batalha espetacular teve início. Defendendo-se da magia de Ganondorf e com a ajuda de suas flechas, Link conseguiu ferir mortalmente o seu inimigo e resgatar Zelda. Desesperado, Ganondorf resolveu destruir o castelo, planejando soterrar Link e Zelda debaixo dos escombros. Link e Zelda conseguiram fugir mas Ganondorf ressurgiu transformado em Ganon, uma forma parecida com um porco, para uma última batalha. Zelda, com a ajuda dos outros Sábios, abriu um portal para o Reino Sagrado e prendeu Ganon lá dentro, não antes deste amaldiçoar Link prometendo que teria a sua vingança nem que fosse em seus descendentes.

Com tudo acabado, Zelda recompensou Link fazendo com que ele revivesse a sua infância perdida, vivendo novas aventuras mostradas em Majora’s Mask. Como essa aventura não envolve Zelda e a Triforce e ainda se passa em outra dimensão, não vou entrar muito em detalhes, já que não é tão importante para a cronologia. Mas saiba que é uma aventura simplesmente sensacional e muito bizarra.

::A Link to the Past (SNES/1991), Oracle of Ages / Oracle of Seasons (GBC/2001) e Link’s Awakening (GB/1993)::
Link II e Zelda III

Em A Link to the Past, gerações já se passaram. Ganon continuava preso no Reino Sagrado, agora chamado de Mundo Sombrio devido à sua influência maléfica que corrompia tudo ao seu redor. Ganon ficou ainda mais forte com o tempo, conseguindo até contatar um feiticeiro do reino chamado Agahnim. O feiticeiro, com novos poderes fornecidos por Ganon, enganou todos os habitantes de Hyrule se passando por um grande herói e conseguindo conquistar a confiança do Rei. Após tomar o trono e partir em uma busca por todas as donzelas do reino que fossem descendentes dos Antigos Sábios, começou a teleportá-las uma a uma para o Mundo Sombrio.

A única que ainda não havia sido teleportada era a Princesa Zelda (terceira na cronologia). Através de um chamado telepático, Zelda contatou o descendente do grande Herói do Tempo, um garoto chamado Link (segundo na cronologia), e pediu por sua ajuda. Seu tio, sentindo grande perigo, saiu no lugar do seu sobrinho e, somente após ser ferido e encontrado por Link, percebeu que ele era o único que poderia resgatar a princesa. Então, ele deu o seu escudo e espada para Link, mandando-o cumprir o seu destino.

Link conseguiu resgatar a Princesa Zelda e fugir do castelo, escondendo-se em um santuário perto do cemitério. Nesse santuário eles encontraram um velho que os informou que Link deveria deter Agahnim e salvar as donzelas, mas que ele só conseguiria fazer isso com a lendária Master Sword. Em uma aventura por toda Hyrule, Link descobriu a espada em Lost Woods e partiu para o confronto com Agahnim no Castelo de Hyrule. Link conseguiu vencer a batalha, mas a guerra estava longe de ser vencida: Agahnim mandou Link para o Mundo Sombrio, um mundo totalmente aos pés de Ganon.

Após resgatar todas as donzelas, Link finalmente encontrou Ganon na Pirâmide do Poder, conhecida pelo nome de Templo da Luz antes de Ganon corromper suas paredes. Mais uma vez ocorreu uma batalha de proporções épicas onde o bem prevaleceu. Dentro da Pirâmide, Link achou a Triforce, usou-a para curar o Mundo Sombrio e transformá-lo novamente no Reino Sagrado e retornou à Hyrule, levando consigo a Triforce para entregá-la à realeza. Escondido nas profundezas do Castelo de Hyrule, a Triforce ali ficou escondida para nunca mais ser usada para o mal.

Como Majora’s Mask, temos três jogos aqui que fogem das premissas iniciais, mas que são fáceis de encaixar na cronologia. Em Oracle of Ages e Oracle of Seasons, o mesmo Link retorna ao Castelo de Hyrule a pedido de Zelda para ver o que está acontecendo com a Triforce. Ao chegar na sala onde os três pedaços estão escondidos, Link é teleportado para um universo dentro da Triforce. Já em Link’s Awakening, a aventura de Link não passa de um sonho. O único jeito de ligar os jogos é que, como no fim de A Link to the Past, a Triforce foi recuperada e, como no início da série Oracle, a Triforce está guardada em uma sala do Castelo de Hyrule, dá pra especular que um jogo se passe depois do outro. Já a série Oracle e Link’s Awakening é bem mais fácil, já que Oracle termina com Link em uma balsa de madeira e Link’s Awakening começa com Link quase morrendo afogado em uma balsa de madeira.

::The Legend Of Zelda (NES/1987)::
Link III e Zelda IV

Link, o herói de A Link to the Past, estava morto. Mas seu corpo não teria o descanso merecido. Logo após a sua morte, os capangas fiéis a Ganon profanaram seu túmulo e levaram seu corpo para o esconderijo de seu mestre. Misturando o sangue do corpo com as cinzas de Ganon, conseguiram ressuscitar o vilão. Fraco, Ganon se escondeu na Montanha da Morte e ali esperou até que seu corpo melhorasse.

Em The Legend of Zelda muitos séculos se passaram e Hyrule tinha entrado em depressão, tendo diminuído consideravelmente. A Princesa Zelda (quarta na cronologia) ainda tinha dois pedaços da Triforce, a do Poder e a da Sabedoria, e esperava que esse dois pedaços fossem o suficiente para manter a paz em Hyrule. Mas mesmo assim Ganon conseguiu invadir o Castelo de Hyrule e roubar a Triforce do Poder. Para impedir Ganon de roubar a Triforce da Sabedoria, Zelda a quebrou em oito pedaços e os espalhou por toda Hyrule. Antes de ser capturada, Zelda mandou a sua criada Impa achar algum herói que pudesse enfrentar Ganon.

Enquanto caminhava pela floresta, Impa foi cercada pelos capangas de Ganon. Quando já estava sem esperanças, um garoto apareceu e lutou contra eles, salvando a sua vida. Esse garoto era Link (terceiro na cronologia), um descendente do Link que havia ido embora de Hyrule (Link II em uma balsa, lembram?). Após ouvir atentamente a história contada por Impa, Link resolveu ajuda-la contra Ganon, Link achou os fragmentos da Triforce da Sabedoria e as flechas que o seu antepassado usou para destruir Ganon. Dessa vez, Ganon estava morto para sempre.

::O Fim da Lenda (Adventure Of Link (NES/1988))::
Link III e Zelda I

Link decidiu continuar em Hyrule como o seu herói. Quando completou 16 anos percebeu uma marca triangular estranha nas costa de sua mão. Preocupado, procurou Impa e quando esta viu a marca, rapidamente o levou para uma sala fechada nas profundezas do Castelo de Hyrule. Ao abrir sua porta, Link viu a lendária Princesa Zelda (primeira na cronologia), dormindo profundamente. Impa lhe contou toda a história, sobre o rei, o príncipe e como o mago a amaldiçoou, e lhe disse que poderia existir uma pequena chance de acordar Zelda se ele achasse a Triforce da Coragem, há muito perdida. Link aceitou sua missão e partiu.

Depois de muito viajar e de diversas aventuras, Link finalmente encontrou a Triforce da Coragem. Para se provar digno, Link teve que enfrentar a sua própria sombra, o que significava enfrentar suas próprias fraquezas e falhas. Foi uma batalha longa, mas Link conseguiu vence-la. Ao chegar no Castelo com a Triforce da Coragem, juntou os três pedaços e usou toda sua magia para finalmente acordar a princesa adormecida, acabando assim com a Lenda de Zelda.

:: R.Pichuebas jogou o novo Zelda para Gamecube e conta tudinho!

:: A ARCA, Eu Te Amo.
:: Review ::: DVD + CD ::: USED & ABUSED - IN LIVE WE TRUST (In Flames) - sem inagens
:: Review ::: DVD ::: THE ARSENAL OF MEGADETH (Megadeth) - sem imagens
:: Review ::: DVD ::: R30 - 30TH ANNIVERSARY WORLD TOUR (Rush) - sem imagens
:: RUNAWAY BRAIN: o curta-metragem esquecido do Mickey Mouse
:: CINE PARADISO NA VIDA REAL
:: Review ::: Show ::: EDGUY (Credicard Hall - São Paulo/SP - 03/11/2006)
:: Review ::: Show ::: LIVE 'N' LOUDER ROCK FEST (Anhembi - São Paulo/SP - 14/11/2006)
:: Review ::: CD ::: A TWIST IN THE MYTH (Blind Guardian)
:: Review ::: CD ::: WOLFMOTHER (Wolfmother)
>> Mais materias AQUI!

Quem Somos | Ajude a Divulgar A ARCA!
A ARCA © 2001 - 2007 | 2014