A ARCA - A arte em ser do contra!
 
Menu du jour! Tutu Figurinhas: o nerd mais bonito e inteligente dessas paragens destila seu veneno! GIBI: Histórias em Quadrinhos, Graphics Novels... é, aquelas revistinhas da Mônica, isso mesmo! PIPOCA: Cinema na veia! De Hollywood a Festival de Berlim, com uma parada em Nova Jérsei! RPG: os jogos de interpretação que, na boa, não matam ninguém! ACETATO: Desenhos animados, computação gráfica... É Disney, Miyazaki e muito mais! SOFÁ: É da telinha que eu estou falando! Séries de TV, documentários... e Roberto Marinho não está morto, viu? CARTUCHO: Videogames e jogos de computador e fliperamas e mini-games e... TRECOS: Brinquedos colecionáveis e toda tranqueira relacionada! Tem até chiclete aqui! RADIOLA: música para estapear os tímpanos! Mais informações sobre aqueles que fazem A Arca Dê aquela força para nós d´A Arca ajudando a divulgar o site!
Artigo adicionado em 03/11/2006, às 05:29

Review: MARVEL APRESENTA Nº26 – OS DEFENSORES
O “bwahahahahahahahahahahahaha” agora dá as caras na Marvel Comics!

Por
Thiago "El Cid" Cardim


O temível vilão Dormammu e sua irmã Umar superam suas milenares diferenças e se unem em uma terrível aliança para dominar as mais diferentes realidades. Devidamente avisado pela ardilosa entidade Pesadelo, o Dr.Estranho corre contra o tempo para impedir esta ameaça e tenta reunir novamente o heterogêneo grupo de heróis conhecido como Defensores, formado pelo monstruoso Incrível Hulk, pelo arrogante Príncipe Namor e pelo cósmico Surfista Prateado. Eles terão que superar suas diferenças para salvar o mundo mais uma vez, antes que seja tarde.

Hummmmmm…Ok?

A trama acima pareceria típica e óbvia demais para qualquer gibi da Marvel Comics, não fosse a sua distinta equipe criativa: J.M.De Matteis, Keith Giffen e Kevin Maguire. Ou seja: o mesmo grupo que deu origem à fase cômica da Liga da Justiça com Besouro Azul, Gladiador Dourado, Guy Gardner e toda a turma. Ou seja: espere muitas doses daquele bom e velho humor escrachado na edição 26 de Marvel Apresenta, reunindo uma minissérie completa estrelada por quatro personagens que, teoricamente, nada têm a ver um com o outro. Mas que, diabos, funcionam bem demais.

A veia de DeMatteis e Giffen continua afiadíssima, com um timing único para o humor e aqueles diálogos que, além de divertidíssimos, contribuem para um desenvolvimento surpreendente de personagem. Stephen Strange se tornou um sujeito que adora frases de efeito pomposas; Namor é ainda mais insuportável e nariz empinado, sempre dando ordens do alto de seu trono; Bruce Banner aparece como um cientista fracassado de cabelo desarrumado que, no entanto, destila excelentes tiradinhas cômicas para cima do monarca da Atlântida (“Já encontrou o Nemo ou ainda está procurando?”) – e ainda se transforma em um Hulk sacana e bem mal-educado. E quanto ao Surfista Prateado…bem, apesar da participação reduzida, digamos que ele é responsável por alguns dos melhores momentos da edição, mas que eu jamais estragaria ao contar um mísero detalhe. Só basta que você saiba que ele ficou muito “irado, tá ligado, bródi?”

A relação de Dormammu e Umar, então, é tratada de maneira deliciosa e surpreendente, desconstruindo um dos vilões mais letais da Casa das Idéias em um garotinho mimado e ciumento, que só quer chamar a atenção da irmã mais velha. E que até bate o pézinho. Só mesmo DeMatteis e Giffen para mostrar um demônio de cabeça flamejante e armadura de batalha fazendo manha.

E vocês podem imaginar que motivo intrínseco poderia levar o Wong, fiel servi…er…amigo do Dr.Estranho, a ter prazer em lavar as cuecas do mago supremo da Terra?

Já o traço de Maguire é mesmo um caso à parte, o complemento mais do que ideal para os roteiros da dupla de escritores. Os rostos são tão cheios de expressão, as caras e bocas tão intensas e vivas, e tudo tão caricato e ao mesmo tempo tão fluido e realista, que fica difícil não rir só com os desenhos do cara. Que tal um Namor com a cara do Jude Law, um Dr.Estranho que é cuspido e escarrado o Vincent Price mais jovem e um Surfista Prateado com olhinhos de ET pidão? Não tem nada melhor!

Em tempo de “Dinastia M”, “Guerra Civil”, “Crise de Identidade” e “Crise Infinita”, todas sagas catastróficas e com doses altíssimas de violência e ultrarealidade, nada melhor do que rir um pouco para espairecer e lembrar de um tempo no qual o mundo dos heróis não era assim tão parecido com o nosso…

Marvel Apresenta nº 26: Os Defensores (Defenders 1-5) / Ano: 2006 / Editora: Panini Comics / Roteiro: Keith Giffen & J.M. DeMatteis / Desenhos: Kevin Maguire / Formato americano / 116 páginas / Papel Pisa Brite / R$ 8,00

:: Review: OS FILHOS DE ANANSI
:: Review: THE BOYS 1 - 3
:: Review: SUPERMAN & SHAZAM: O PRIMEIRO TROVÃO
:: Review: INVENCÍVEL VOLUME DOIS - OITO É DEMAIS
:: Review: MARVEL APRESENTA Nº26 - OS DEFENSORES
:: ::: OK ::: ENTREVISTA EXCLUSIVA: SPACCA (sem imagens)
:: ENTREVISTA EXCLUSIVA: ANDRÉ DAHMER, O PAI DOS MALVADOS
:: Review: HOMEM-ARANHA - RUAS DE FOGO
>> Mais materias AQUI!

Quem Somos | Ajude a Divulgar A ARCA!
A ARCA © 2001 - 2007 | 2014